8.11.10

IGREJAS HISTÓRICAS DO CENTRO DO RIO (Parte 2.3): IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE PAULA

LARGO DE SÃO FRANCISCO DE PAULA

Igreja de São Francisco de Paula em foto antiga de Georges Leutzinger.

Igreja da Ordem Terceira dos Mínimos de São Francisco de Paula

No antigo Largo da Sé, que nunca conseguiu abrigar sua catedral, a Venerável Ordem Terceira dos Mínimos de São Francisco de Paula recebeu, em 1756, um terreno para construir seu templo, concluído somente em 1801

A igreja reflete a tradicional arquitetura portuguesa, com duas torres com bases quadradas, nave retangular com corredores laterais, capela-mor ladeada de sacristia e capela privativa. 

A fachada é movimentada, com frontão curvilíneo de cantaria, sustentado por pilastras de ordem toscana. Nas duas torres cobertas por bulbos revestidos de azulejos coloridos, há quatro sineiras com dois relógios cada. A portada atual, resultado de uma substituição posterior, introduz no frontispício um elemento neoclássico. Essa peça de madeira trabalhada é obra de Mestre Antônio de Pádua e Castro. 

O interior da igreja tem revestimento de talha já próximo do neoclássico. A nave central é ladeada por dez enormes colunas coríntias, cinco de cada lado, decoradas com pesada ornamentação. 

Atribui-se a Mestre Valentim a talha tanto da capela-mor, quanto da capela privativa de N.S. da Vitória, pertencendo estas obras à sua última fase. As pinturas das paredes da capela de N.S. da Vitória são de autoria de Manoel da Cunha, um escravo que conseguiu aperfeiçoar suas técnicas na Europa e comprar a alforria com a paga de seus trabalhos. (Fonte: Guia das Igrejas Históricas da Cidade do Rio de Janeiro editado pela Prefeitura)

Fachada da igreja. Observe o frontão curvilíneo barroco.

Portada neoclássica

Interior da igreja. Observe as colunas coríntias laterais.

Interior (detalhe) com revestimento de talha já próximo do neoclássico.

Capela privativa

Lateral para a Rua Ramalho Ortigão.

Fotos do editor do blog. A Igreja de São Francisco de Paula, no Largo de São Francisco, no Centro da cidade, está aberta para visitação nos dias úteis no horário comercial. Missas são celebradas de segunda a sexta às 12h e 15h30. Para outras postagens sobre igrejas clique em um dos labels abaixo. Para ver um álbum de fotos de igrejas do Rio clique aqui.

3 comentários:

Vera Dias disse...

Boa noite Ivo.
Essa postagem é uma verdadeira aula de história da arquitetura.

Karla Cota disse...

Interessante. Mas porque tem dois relógios?

Capela do Menino Deus disse...

Oi. A Igreja fica aberta de segunda a sexta de 11h as 12h45 somente. Só pode tirar foto com autorização! Eu nem consegui bater! Mas se um dia você conseguir me avise também! Abraços! Ariel.