29.5.09

ESPERANÇA DE PAZ PARA O RIO

MATÉRIA TRANSCRITA DO JORNAL O DIA.

Unidade de Polícia Pacificadora é inaugurada no Chapéu Mangueira e Babilônia


Rio - O governador Sérgio Cabral inaugurou, na manhã desta quarta-feira, a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) nas comunidades do Chapéu Mangueira e da Babilônia, no bairro do Leme, Zona Sul. A unidade vai garantir o policiamento da área e dar um fim ao poder paralelo que assustava os moradores. O governo ainda vai investir na capacitação profissional, por meio de cursos, e facilitar o acesso dos moradores ao mundo digital com o Internet na Praça, que já funciona na Praça Maestro Bebetinho e oferece acesso à internet banda larga.

Esta é a quarta UPP instalada no Rio. Ao todo, serão 100 policiais militares que farão o policiamento comunitário. O capitão Felipe Lopez e a subcomandante Renata Matos são os responsáveis pela tropa, em substituição da equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do 19º BPM (Copacabana), que ocuparam, há mais de um mês, os dois morros e neutralizaram o domínio dos bandidos sobre os habitantes.

Em 2008, brigas entre facções rivais levaram pânico aos moradores de ambas as comunidades e do entorno. A sede da UPP, situada em uma posição estratégica da Ladeira Ary Barroso, na Babilônia, foi construída em seis meses pela Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (Emop) e custou R$ 651,8 mil.

Ao lado do prefeito Eduardo Paes, o governador Sérgio Cabral anunciou que o governo do Estado já está se mobilizando para levar programas de revitalização para as comunidades: "A Benedita (da Silva) pediu à Dilma, pediu ao presidente Lula e vamos fazer o PAC aqui, que está orçado em R$ 65 milhões. É um projeto bonito, que já foi entregue à ministra Dilma. Tem também um Plano Inclinado previsto para cá", anunciou Sérgio Cabral.

Capital Humano
Uma das frentes para o desenvolvimento local é a capacitação profissional dos moradores das comunidades. Em até quarenta dias, será instalada na Ladeira Ary Barroso um Centro de Educação Tecnológica e Profissionalizante (Cetep), da Faetec, com 2.772 novas vagas por ano, em cursos de formação inicial de trabalhadores, nas áreas de idiomas (inglês, francês e espanhol), informática, hotelaria e beleza (cabeleireiro, manicura e pedicura).


Um comentário:

Marcelo C Henrique disse...

Valeu Ivo! Adorei essa postagem.
A ditadura do tráfico tem que acabar!!!!