21.1.08

BEIJA-FLOR EM COPACABANA


Sampa é uma cidade dez: bons restaurantes, shows de primeira... Mas você tem que ter bala na agulha. No Rio, se estiver de caixa baixa, você vai pra praia, vai passear (ou desfilar) no calçadão. Aqui sempre pinta uma surpresa. Pode ser um súbito temporal em plena tarde de sábado, expulsando a galera da praia, fazendo voar guarda-sóis... Pode ser um ensaio técnico da Beija-Flor em plena Avenida Atlântica, O meu valor me faz brilhar, Iluminar o meu estado de amor, Comunidade impõe respeito, Bate no peito eu sou Beija-Flor. Pois é: ontem, dia de São Sebastião, só não desfilou atrás da escola nilopolitana quem já morreu. As fotos não deixam mentir. Mas como eu ia dizendo, Sampa...







Samba de enredo da Beija-Flor para 2008:

Macapaba: equinócio solar, viagens fantásticas ao meio do mundo

O meu valor me faz brilhar
Iluminar o meu estado de amor
Comunidade impõe respeito
Bate no peito eu sou Beija-Flor

É manhã, brilho de fogo sob o sol do novo dia
Meu talismã, a minha fonte de energia
Oh deusa do meu samba, a flor de Macapá
No manto azul da fantasia
Me faz mais forte, extremo norte
A luz solar ilumina meu interior
Vou viajar na linha do Equador
Emana ao meio do mundo a beleza
A força da mãe natureza é Macapaba
O rio beijando o marEncontro das águas marejando o meu olhar

Quem foi meu Deus que fez do barro poema
Quem fez meu criador se orgulhar
Os Cunanis, Alistés, Maracás
Foram dez, foram mais pelo Amapá

Um dia navegando nos rios de Tupan
A viagem fantasia dos filhos de Canaã
A mágica da terra a cobiça atraiu
Ibéria se enleva no Brasil
A mão de Ianejar na fortaleza pela proteção da vida
Em São José de Macapá
Brilha Mairi a minha estrela preferida
Herança moura em Mazagão
Retiro o meu chapéu de bamba e assim
O Marabaixo ao marco zero cai no samba
Soam tambores no tocar do tamborim

(Autoria de Cláudio Russo, Carlinhos Detran, J. Veloso, Gilson Dr., Kid e Marquinhos)







Fotos do editor do blog. Visite o site do G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis.

6 comentários:

Roger disse...

Concordo com o que disseste sobre Sampa. Sobre os programas baratos do Rio, idem.
Mas um detalhe em tuas fotos me chamou a atenção: a falta de alegria e empolgação.
Quanto ao número de pessoas atrás da Beija Flor, ok. Realmente tinha gente pra dedéu!
Mas cadê aqueles sorrisões e a alegria que seriam normais de se encontrar nas fotos de blocos de carnaval? Só na primeira foto se vê o sorriso e escancarado de duas negras bonitas. Nas demais é só cara preocupada ou medrosa. (enviado por e-mail; minha resposta ao amigo Roger: "O pessoal estava empolgado, sim, eu é que sou um fotógrafo falho - não sei captar a alegria humana.")

Ricardo Soares disse...

o seu blog é sensacional ... concordo com o que diz sobre São Paulo... no Rio o lazer muitas vezes custa o preço de um coco na beira -mar... em São Paulo tudo custa e muito caro...para quem é um paulista que como eu ama e trabalha no Rio o seu blog passa a ser obrigatório... abs

TOR Hershman disse...

You have a most interesting blog.

Alexandre Core disse...

Ivo,

O detalhe fica por conta do ambulante com a camisa do Flamengo. Eu tenho uma teoria...você sempre encontra um flamenguista em qualquer lugar por mais inusiatado que possa parecer. Faça um teste! Você tira uma foto em qualquer lugar e há uma chance enorme de aparecer algum flamenguista (hehehe).

Esse ano, começo de ano, tive a oportunidade de ouvir a bateria e, principalmente, refastelar meus olhos nas mulatas da Beija-Flor no Reveillon do Monte Libano.

Quanto a Sampa....bem, a festa acabou e Carnaval será por aqui mesmo, trabalhando.

No Rio eu fico feliz até comendo um churrus na beira da Lagoa.

Alexandre Core disse...

Ivo,

O detalhe fica por conta do ambulante com a camisa do Flamengo. Eu tenho uma teoria...você sempre encontra um flamenguista em qualquer lugar por mais inusiatado que possa parecer. Faça um teste! Você tira uma foto em qualquer lugar e há uma chance enorme de aparecer algum flamenguista (hehehe).

Esse ano, começo de ano, tive a oportunidade de ouvir a bateria e, principalmente, refastelar meus olhos nas mulatas da Beija-Flor no Reveillon do Monte Libano.

Quanto a Sampa....bem, a festa acabou e Carnaval será por aqui mesmo, trabalhando.

No Rio eu fico feliz até comendo um churrus na beira da Lagoa.

Anônimo disse...

OI,Ivo!Gostei da reportagem!
Abraços
Siomara