1.7.11

MARACANÃ EM OBRAS

O "Maraca" visto da passarela de acesso ao metrô.

Maracanã, Estádio de Atletismo Célio de Barros e Corcovado ao fundo (direita).



Projetado em 1948 pelos arquitetos Antonio Dias Carneiro, Orlando Azevedo, Pedro Paulo Bernardes Bastos e Raphael Galvão, o "Maraca" foi inaugurado em 16 de junho de 1950, com o jogo entre as seleções dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, vencido pelos paulistas pelo placar de 3x1. O primeiro gol do monumental estádio foi marcado pelo jogador Didi, célebre meio armador e jogador do Botafogo de Futebol e Regatas e das Seleções Brasileiras de 1954, 1958 e 1962. Vale destacar que foi marcado neste estádio o famoso milésimo gol do rei Pelé.

Construído em uma área de 195.600 metros quadrados (área construída: 118.459 m2; área livre: 77.141 m2), na sua edificação trabalharam 11.000 operários, tendo sido consumidos mais de 500.000 sacos de cimento e 10.000 toneladas de ferro na armação da estrutura. Seu formato é de uma falsa elipse, seu perímetro externo mede 944 metros, sua altura é de 32 metros e sua capacidade, à época da inauguração, era de 166.369 espectadores.

O Complexo Esportivo do Maracanã, além do Estádio Jornalista Mário Filho, compreende o Estádio de Atletismo Célio de Barros, o Parque Aquático Júlio Delamare e o Ginásio Gilberto Cardoso, mais conhecido como Maracanãzinho, inaugurado em outubro de 1954 para o campeonato mundial de basquete e com capacidade para quase 20.000 espectadores. Abriga também shows e atividades sociais.

O Maracanã está em reforma para se adequar às exigências da FIFA para a Copa de 2014, devendo reabrir no final de 2012 com cara nova. O Centro de Visitação continua funcionando, mas o acesso foi transferido para o portão 18. 


Parece o Coliseu de Roma...



Garrincha, Alegria do Povo (busto no Centro de Visitação)

Nenhum comentário: