22.5.10

COMUNIDADE SANTA MARTA, NO MORRO DONA MARTA (BOTAFOGO)

Comunidade Santa Marta vista da Rua São Clemente. Observe o plano inclinado à direita.
Casas bem no alto, a parte mais pobre, algumas de tábuas.
Parte mais alta da favela e o Cristo ao fundo cercado por andaimes.
Em seus cinco anos de vida, o blog Literatura & Rio de Janeiro tem procurado mostrar um pouquinho de tudo: o Rio "turístico", com suas praias, Cristo e Pão de Açúcar, o Rio Antigo, o Rio Moderno (Barra), a Zona Portuária, a Zona Norte, as ilhas (Paquetá, Governador), parques, templos, etc. Mas ainda não havíamos tido a oportunidade de mostrar uma comunidade, uma favela. Isso porque vivíamos numa (empregando a expressão criada por Zuenir Ventura) “cidade partida”. Sob o jugo de traficantes fortemente armados, as comunidades haviam se tornado território proibido para o morador do asfalto. Escreveu Lilian Fontes em seu livrinho Santa Teresa: “Infelizmente não posso entrar nas favelas de Santa Teresa, conhecer suas entranhas, as casas, conversar com os moradores. O trânsito ali se fechou. Os últimos dez anos do carioca têm sido marcados por esta acirrada questão da guerra entre traficantes, [...] vedando totalmente os seus territórios.” Mas com a implementação gradual das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) começa a cair o Muro que dividia a cidade. A Comunidade Santa Marta, em Botafogo, a primeira a receber uma UPP, também é a primeira a receber a visita de Literatura & Rio de Janeiro, um blog que é de todos os cariocas.

Alto da favela visto da última estação do plano inclinado.
Idem.
A vista lá do alto: Botafogo, o cemitério e ao fundo Copacabana.
Contraste: favela e "asfalto". Observe a Lagoa ao fundo.
Lá vem o "bonde"!
A favela (parte inferior direita) e a cidade aos seus pés.
Praça Cantão.
Recentemente, num projeto de iniciativa de dois artistas holandeses, as casas em torno da Praça Cantão tiveram suas fachadas pintadas em cores vivas.
As casas pintadas em meio à fiação.
Grafite: Dia Internacional da Paz. (Fotos do editor do blog.)
PS em 23/3/2015: 
Outro dia, flanando por Botafogo, decidi dar uma nova espiada na comunidade que, tendo se celebrizado após a memorável visita do rei do pop Michael Jackson (com "permissão" da chefia do tráfico), após a pacificação, e embelezada pelo projeto de pintura das casas iniciado pela dupla de artistas holandeses Haas & Hahn (e depois ampliado), tornou-se atração turística. Desta feita permaneci na parte de baixo, não subi o plano inclinado. Aqui estão as fotos (agora com mais qualidade e colorido, tiradas pela minha nova Canon PowerShot de 16,1 megapixels):

Pelada na Praça Cantão

Grafite

Cores de Santa Marta

Comunidade fashion moda feminina

Bares

Igreja de Santa Marta


Um comentário:

Márcio disse...

mto linda a comunidade pai!!
abraço