15.2.07

CIDADE DO SAMBA NA GAMBOA

Texto de Alfredo Sirkis & fotos do editor do blog


Gamboa


Sambistas e visitantes


Samba no pé


Favela da Providência vista da Cidade do Samba


Cidade do Samba


Empurrando o carro alegórico


Cidade do Samba

FOI UMA ALEGRIA TER VISITADO a Vila Olímpica da Gamboa e a Cidade do Samba, já a todo vapor, junto com Gilberto Gil e o prefeito César Maia, logo depois do lançamento do concurso internacional para o Píer Mauá.

A QUALIFICAÇÃO NOTÁVEL das condições de preparação do carnaval, a dignidade que se deu à indústria do samba, o incremento ao turismo com shows carnavalescos ao longo do ano e, naturalmente, o impulso que se está dando para a área portuária! É realmente importante. [...]

DEU UM CALORZINHO NO CORAÇÃO ver, depois de tanta luta, aquilo tudo quase pronto. DEI MINHA PARTE DE CONTRIBUIÇÃO, ESSENCIAL, para viabilizar ambos equipamentos. [...]

IDENTIFIQUEI O TERRENO do então Pátio da Marítima da liquidante da Rede Ferroviária Federal, em 2001, logo que comecei a estruturar o Programa de Revitalização da Área Portuária. Com o apoio inestimável do meu assessor Carlos Eduardo da Rocha e a ajuda sempre precisa e generosa de Johny Lunau, veterano técnico da RFFSA e do chefe de gabinete da SMF, Guilherme Fontes, passamos quase dois anos vencendo mil e um obstáculos burocráticos para conseguir algo que, até então, ninguém havia conseguido, por incrível que pareça: comprar para a Prefeitura um terreno da RFFSA e coloca-lo a serviço da Cidade. [...]


EM JANEIRO DE 2003, levei o prefeito para conhecer o terreno recém adquirido. Ele se entusiasmou e, de todos investimentos previstos para a área portuária, este, mais o Favela-Bairro da Providência, foram os que se concretizarem. Com o impasse do Guggenheim a revitalização da área portuária, não começou, como seria esperado, pelo perímetro Mauá, mas pela Gamboa.

FINALMENTE, AS OBRAS COMEÇARAM, a Vila Olímpica ficou pronta, em 2004, e a Cidade do Samba, em 2005. [...]

O IMPORTANTE é que o Rio de Janeiro conta agora com dois novos equipamentos públicos básicos e que, a partir da Gamboa, a revitalização da área portuária é uma realidade, irreversível.Há mais de vinte anos, nada de bom acontecia naquela região. Agora aconteceu.
(texto extraído do blog de Alfredo Sirkis)



Corcovado visto da Cidade do Samba


O índio


Carro alegórico (detalhe)



Caindo no samba



Fantasia
Saiba mais sobre a Cidade do Samba visitando os sites da Riotur e da LIESA.

2 comentários:

Siomara de Cássia Miranda disse...

Prezado Professor Ivo!Belíssima reportagem sobre a CIDADE DO SAMBA!!!
Um abraço!
Siomara de Cássia Miranda

Kristal disse...

Que delícia, Ivo !
Só através de seu blog, para conhecer esses lugares tão distantes, populares, rústicos e calorentos !
As fotos estão realmente interessantíssimas e magníficas !
Parabéns pela coragem em se aventurar pelos subúrbios cariocas.
Bem... para mim, se passou do Centro da Cidade já é subúrbio.
Beijos
Kristal