11.11.05

VOU-ME EMBORA...

ESTA CRÔNICA FOI TRANSFERIDA PARA MEU OUTRO BLOG, SOPA NO MEL. PARA LER CLIQUE AQUI.

10 comentários:

Jôka P. disse...

Vai embora não, rapá !!!
Fica aqui... nos proporcionando a sua bela arte e literatura cariocas !!!

Fica, tá ?

ESTÁTUA !

:D
ABçS!
JÔKA P.

Luar de prata disse...

É através de suas crônicas que transmutamos o mesmo sentimento de "vergonha nacional".

beijos

Moira

Anônimo disse...

Ivo se fosse solução ir embora teria dado certo...
vc. sabe que fiz isso a muito tempo atras e, não funcionou...
Ab.
Daniel

marilia disse...

Ivo,
você está cada vez melhor. Leve e bem humorado apesar da tristeza (se posso me atrever)
E acho que sonhar com o melhor de cada lugar resolve, sim. É um começo, saber o que queremos. E se não resolver, pelo menos dá um refresco, que bem que precisamos.
Bjos!
Marilia

Luiz Alberto Machado disse...

Este seu espaço é simplesmente o sumo da excelência. Estou sempre por aqui e como não achava onde comentar, não comentava. Hoje achei e deixo meu registro aqui: estou e estarei sempre por aqui e indicando nas minhas páginas.
Abração
www.luizalbertomachado.com.br

Antonio Luiz Júnior disse...

Ivo,
Foi você que escreveu esse texto? Nossa! Estou impressionado!

Liz Matos disse...

Querido Ivo
Mais uma vez fomos presenteados com um maravilhoso texto seu.
Fazendo côro com os internautas abaixo... vai s'imbora não tá? Precisamos de pessoas que, como você, fazem a diferença.
Bjos,
Liz

Anônimo disse...

Também acho que não deves ir embora. Qualidade tem que ficar por aqui mesmo.
beijos.
Malu.

Erik José Steger disse...

É... ecoando todo mundo, ir embora vc. não pode porque a tua pessoa não se pertence mais, já é patrimônio literário publicamente premiado. Mas tua ironia não passou despercebida, mandei uma cópia do teu post para toda a Tucanada lá em Brasília para ver se eles tomam providências, começando pelo pres. Lula.

Estanqueiro disse...

Caro Ivo.
Maravilha de texto!
É melhor sonhar do que encarar a realidade. Não precisa passaporte, nem real, fica tudo no virtual!
Grande abraço.