15.3.06

SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO


SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO é o nome da exposição do fotógrafo Almir Reis que pode ser vista no Centro Cultural dos Correios até o dia 16 de abril próximo, das 12 às 19 horas, com entrada franca.

O prédio onde fica o Centro Cultural — estilo eclético, com ares de arquitetura alemã, inaugurado em 1922 e que, por mais de 50 anos, abrigou unidades administrativas e operacionais dos Correios — em si já vale a visita. E ver nosso querido Rio fotografado e, depois, transfigurado pela arte e magia de Almir Reis — que, explorando as possibilidades que a computação proporciona, adiciona ou altera cores, fraciona ou multiplica imagens ou, ainda, realiza interferências geométricas — é (com o perdão da expressão surrada) um colírio para os olhos!

O endereço do Centro Cultural: Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro — Rio de Janeiro. Pertinho do Centro Cultural Banco do Brasil e da Casa França-Brasil. Se no próximo fim-de-semana não der praia, você já sabe aonde ir...

Pão de Açúcar, 2004

Bondinho em Santa Teresa, 2003

Capoeira, 2005

Arcos da Lapa, 2003

Vista Chinesa, 2004

Arcos da Lapa, 2003

Ilustrações das obras obtidas no site do artista, com sua autorização. Foto do Centro Cultural tirada pelo editor do blog.

8 comentários:

Cris Zimermann disse...

Oi, Ivo! Tudo bem?

Gostei mais das fotos do Jardim Botânico :)Sempre achei o local mágico, especialmente para leitura ;) Preciso guardar dinheiro para comprar um laptop. Já imaginou blogar nesse éden? Demais, né?!

Abraços!

* Publiquei o Alerta V sobre a Gripe Aviária. Conto com sua opinião!

Marilia Mota disse...

Lindo. O Rio é uma inesgotável fonte de inspiração. No momento passa por uma situação realmente dramática mas isso vai ser superado. Um dia aprenderemos a votar direito e a cidade, aos poucos, voltará a ser maravilhosa, um lugar civilizado e de convivência feliz.

Anônimo disse...

Oi meu caro amigo escritor!
Você tá bombando. 99 visitas por dia? agora 100.
Realmente como carioca ocupada não conheço quase nada do rio mas, através do seu blog, estou me atualizando e adorando. Maravilha, continue assim.
Fã número um.

Siomara de Cássia Miranda disse...

Prezado Ivo

Eu sou fan do seu blog! Eu e minhas amigas.O seu blog é uma fonte de cultura para todos nós!!! Dentre tantas coisas sem valor que nós recebemos todos os dias, a consulta no seu blog nos enriquece muito! Parabens!!!

Peço-lhe a gentileza de colocar meu comentário no seu
blog, pois, por alguma razão, eu não consegui.

Atenciosamente,

Siomara de Cássia Miranda-Professora Particular de Inglês - siomara_cassia@yahoo.com.br

Ivo Korytowski disse...

Algumas pessoas não conseguem colocar comentários no blog e mandam por e-mail. Vamos ver se consigo explicar como fazer. No final de cada postagem aparece:

posted by Ivo Korytowski | 18:22 | 0 comments links to this post

É preciso clicar no comments. Aí aparece uma página nova com uma caixa no lado superior direito. Escreva seu comentário na caixa, escolha uma identidade e finalmente clique na caixinha azul (Efetuar login...) embaixo. Fácil, né? Aproveito para agradecer a todos que visitam e curtem o blog, e se alguém precisar de uma boa professora particular de inglês no Rio eu recomendo a Siomara!

Luiz Roberto Lins Almeida disse...

Que Rio LIndo. não o imagino assim!

Mariza de Almeida Rebouças disse...

Depois da rotina matinal de jornal e café- o café, magnífico, ajuda a engolir as más notícias- visitei seu blog, esse espaço virtual de resistência ao desencanto, até justificado, que assola a cidade. Valeu!

Léa Madureira Gurgel Lima disse...

Oi, Ivo!
Maravilhosas fotos, parabéns! Bela arte de captar flagrantes ! ! !
Também tenho visitado lindos espaços culturais. Tal foi minha ida ao Museu da República, dia 30/03 para a inauguração do auditório Apolônio de Carvalho. Que perfeito "Recordar: do latim re-cordis, voltar a passar pelo coração" (Eduardo Galeano) !
Estive também na entrega da Medalha Chico Mendes, outro espaço de incrível beleza, o Arquivo Nacional, Praça da República, nº 173. Cerimônia de especial valor, reunindo gente de várias partes desse planeta VIVO. De quem luta pela EXISTÊNCIA, inclusive, de um mundo que submerge ao comodismo. De alma lavada, pude admirar a arquitetura e aproveitamento dos espaços, da inigualável praça interior, seus degraus escondidos, planos e fachadas do entorno que nos obriga ao silêncio da celebração Fé. Que ainda pulsa no Humano!
Vale uma visita a cada um desse lugares. De um Rio que amamos e vemos recuperada, em prédios imponentes, a História que não se apaga. E, mais feliz, se presenciar espetáculos como esses a que eu pude assistir!

Bjcs, Léa Madureira